HOTMART

Lomadee

TRADUTOR

segunda-feira, 5 de novembro de 2012

Questões de Genética II - Parte 1



pergunta:O cruzamento de dois indivíduos, um com genótipo AaBb e outro com genótipo aabb resultou numa F com as seguintes proporções:

AaBb = 35%
aabb = 35%
Aabb = 15%
aaBb = 15%

Com esses resultados, pode-se concluir que os genes "a" e "b":
a) estão em um mesmo braço do cromossomo.
b) seguem as leis do diibridismo.
c) constituem um caso de interação gênica.
d) são pleiotrópicos.
e) são epistáticos.

resposta:[A]

pergunta:Escolha a alternativa que apresenta um exemplo de transgenia. 
a) Incorporação e expressão de gene humano que codifica insulina por bactérias. 
b) Desenvolvimento de um organismo completo a partir de uma célula somática. 
c) Organismo que apresenta tanto estruturas reprodutoras masculinas quanto femininas. 
d) Gene que sofreu mutações, originando múltiplos alelos para um mesmo locus. 
e) Organismo mais vigoroso, com muitos genes em heterozigose, resultante do cruzamento de duas variedades puras distintas.

resposta:A



pergunta:Os seguintes conceitos genéticos foram escritos por um aluno que estava com dúvidas sobre a matéria e que pediu a um professor qualificado que os conferisse:

I - Os genes em um mesmo cromossomo tendem a ser herdados juntos e são denominados "genes ligados".
II - Quando uma característica particular de um organismo é governada por muitos pares de genes, que possuem efeitos similares e aditivos, nós dizemos que esta característica é uma característica poligênica.
III - Quando três ou mais alelos, para um dado "locus", estão presentes na população, dizemos que este "locus" possui alelos múltiplos.
IV - Um organismo com dois alelos idênticos para um "locus" em particular é considerado homozigoto para este "locus", enquanto um organismo com dois alelos diferentes para um mesmo "locus" é considerado heterozigoto para este "locus".
V - A aparência de um indivíduo com respeito a uma dada característica herdada é chamada de fenótipo.

Quais afirmativas o professor diria que estão corretas?
a) Apenas II, III e IV
b) Apenas I, II, III e IV
c) Apenas I, II, III e V
d) Apenas II, III, IV e V
e) I, II, III, IV e V

resposta:[E]




pergunta:Os quatro fenótipos do sistema sangüíneo ABO são determinados por três alelos múltiplos denominados IÞ, Iß e i. Os alelos IÞ e Iß são dominantes em relação ao alelo i, sendo a relação de dominância escrita da seguinte forma: IÞ = Iß > i.
AMABIS, J.M.; MARTHO, G.R. "Conceitos de Biologia". V.3. São Paulo: Ed. Moderna, 2001.

Com base no texto e em seus conhecimentos sobre a herança do sistema sangüíneo ABO, analise as seguintes afirmativas.

I. Os alelos IÞ e Iß apresentam co-dominância, pois ambos se expressam na condição heterozigótica e produzem, respectivamente, os aglutinogênios A e B.
II. O alelo i determina a ausência de aglutinina no sangue, portanto o genótipo ii corresponde ao sangue tipo "O", sem aglutinina anti-A e anti-B.
III. Um homem com o sangue tipo "B" poderá ter filhos com o sangue tipo "A", desde que seja heterozigoto, e somente com uma mulher com sangue do tipo "A" (homozigota ou heterozigota).
IV. Um casal pode ter filhos com os quatro tipos sangüíneos, desde que um dos cônjuges tenha o sangue do tipo "A" e o outro do tipo "B" e que ambos sejam heterozigotos.

Estão corretas apenas as afirmativas
a) II e III.
b) I e IV.
c) I e III.
d) II e IV.
e) III e IV.

resposta:[B]



pergunta:Suponha que em uma certa espécie diplóide exista um caráter relacionado com uma série de quatro alelos (alelos múltiplos). Em um determinado indivíduo da espécie referida, o número máximo de alelos representados relacionados ao caráter em questão será igual a
a) 2.
b) 4.
c) 6.
d) 8.
e) 10.

resposta:[A]



pergunta:Escolha a alternativa que apresenta um exemplo de transgenia.
a) Incorporação e expressão de gene humano que codifica insulina por bactérias.
b) Desenvolvimento de um organismo completo a partir de uma célula somática.
c) Organismo que apresenta tanto estruturas reprodutoras masculinas quanto femininas.
d) Gene que sofreu mutações, originando múltiplos alelos para um mesmo locus.
e) Organismo mais vigoroso, com muitos genes em heterozigose, resultante do cruzamento de duas variedades puras distintas.

resposta:[A]



pergunta:A herança dos tipos sangüíneos do sistema ABO constitui um exemplo de alelos múltiplos (polialelia) na espécie humana.

Com relação ao sistema ABO é CORRETO afirmar que:

(01) o tipo O é muito freqüente e, por este motivo, o alelo responsável por sua expressão é dominante sobre os demais.
(02) os indivíduos classificam-se em um dos quatro genótipos possíveis: grupo A, grupo B, grupo AB e grupo O.
(04) existem três alelos: o IÞ, o Iß e o i.
(08) os alelos IÞ e Iß são co-dominantes.
(16) se um indivíduo do grupo A for heterozigoto, ele produzirá gametas portadores de IÞ ou de i.
(32) os indivíduos de tipo sangüíneo O possuem aglutinogênios em suas hemácias, porém não possuem aglutininas no plasma.
(64) em alguns cruzamentos, entre indivíduos do grupo A com indivíduos do grupo B, é possível nascerem indivíduos do grupo O.

resposta:04 + 08 + 16 + 64 = 92



pergunta:É necessário o conhecimento do tipo sangüíneo em caso de transfusão. Em relação ao sistema ABO,

( ) indivíduos do grupo sangüíneo O podem doar sangue para pessoas do seu próprio tipo sangüíneo e para os demais .
( ) indivíduos do grupo AB podem receber sangue de qualquer tipo.
( ) indivíduos portadores de sangue do tipo A possuem aglutinogênios A.
( ) indivíduos do grupo B possuem aglutinina anti-A.

resposta:V V V V



pergunta:Sabe-se que o homem possui em torno de 80.000 genes, que, entre outras funções, codificam proteínas.
Considerando-se essa informação e conhecimento sobre o assunto, é CORRETO afirmar que
a) o genótipo das células do tecido nervoso é diferente do genótipo das células do tecido epitelial.
b) o número total de genes, após a diferenciação e a especialização das células, reduz-se.
c) os genes cuja atividade não é necessária ao funcionamento de uma célula perdem a capacidade de duplicação.
d) os genes responsáveis pelo sistema sangüíneo ABO estão presentes nas células epiteliais, mas são incapazes de se expressar.


resposta:[D]



pergunta:Um homem sofreu um acidente e precisou de transfusão sangüínea. Analisado o seu sangue, verificou-se a presença de anticorpos anti-A e ausência de anti-B. No banco de sangue do hospital, havia três bolsas disponíveis, sendo que o sangue da bolsa 1 apresentava todos os tipos de antígenos do sistema ABO, o sangue da bolsa 2 possuía anticorpos anti-A e anti-B e a bolsa 3 possuía sangue com antígenos somente do tipo B. Esse homem pode receber sangue:
a) apenas da bolsa 1.
b) apenas da bolsa 3.
c) da bolsa 2 ou da bolsa 3.
d) da bolsa 1 ou da bolsa 2.
e) apenas da bolsa 2.

resposta:[C]



pergunta:A herança do sistema ABO é do tipo:
a) com dominância.
b) quantitativa.
c) polialelia.
d) pleiotropia.
e) poligênica.

resposta:[C]



pergunta:Os quatro fenótipos do sistema sangüíneo ABO são determinados por três alelos múltiplos denominados IÞ, Iß e i. Os alelos IÞ e Iß são dominantes em relação ao alelo i, sendo a relação de dominância escrita da seguinte forma: IÞ = Iß > i.
AMABIS, J.M.; MARTHO, G.R. "Conceitos de Biologia". V.3. São Paulo: Ed. Moderna, 2001.

Com base no texto e em seus conhecimentos sobre a herança do sistema sangüíneo ABO, analise as seguintes afirmativas.

I. Os alelos IÞ e Iß apresentam co-dominância, pois ambos se expressam na condição heterozigótica e produzem, respectivamente, os aglutinogênios A e B.
II. O alelo i determina a ausência de aglutinina no sangue, portanto o genótipo ii corresponde ao sangue tipo "O", sem aglutinina anti-A e anti-B.
III. Um homem com o sangue tipo "B" poderá ter filhos com o sangue tipo "A", desde que seja heterozigoto, e somente com uma mulher com sangue do tipo "A" (homozigota ou heterozigota).
IV. Um casal pode ter filhos com os quatro tipos sangüíneos, desde que um dos cônjuges tenha o sangue do tipo "A" e o outro do tipo "B" e que ambos sejam heterozigotos.

Estão corretas apenas as afirmativas
a) II e III.
b) I e IV.
c) I e III.
d) II e IV.
e) III e IV.

resposta:[B]



pergunta:Todas as reações químicas de um ser vivo seguem um programa operado por uma central de informações. A meta desse programa é a auto-replicação de todos os componentes do sistema, incluindo-se a duplicação do próprio programa ou mais precisamente do material no qual o programa está inscrito. Cada reprodução pode estar associada a pequenas modificações do programa.
M. O. Murphy e l. O neill (Orgs.). "O que é vida? 50 anos depois - especulações sobre o futuro da biologia". São Paulo: UNESP. 1997 (com adaptações).

São indispensáveis à execução do "programa" mencionado acima processos relacionados a metabolismo, auto-replicação e mutação, que podem ser exemplificados, respectivamente, por:
a) fotossíntese, respiração e alterações na seqüência de bases nitrogenadas do código genético.
b) duplicação do RNA, pareamento de bases nitrogenadas e digestão de constituintes dos alimentos.
c) excreção de compostos nitrogenados, respiração celular e digestão de constituintes dos alimentos.
d) respiração celular, duplicação do DNA e alterações na seqüência de bases nitrogenadas do código genético.
e) fotossíntese, duplicação do DNA e excreção de compostos nitrogenados.

resposta:[D]



pergunta:Os grupos sanguíneos, que foram descobertos há pouco mais de cem anos, são determinados geneticamente, como um caráter mendeliano. A respeito dessa temática, assinale o que for correto.
(01) De acordo com o sistema de grupos sanguíneos ABO, são possíveis oito genótipos diferentes.
(02) Em relação ao sistema sanguíneo ABO, no cruzamento A com B podem ocorrer descendentes sem anticorpos (aglutininas) no plasma.
(04) Nas transfusões de sangue, o aglutinogênio presente nas hemácias (antígeno) do doador deve ser compatível com a aglutinina presente no plasma (anticorpo) do receptor.
(08) Existem diferentes grupos sanguíneos na espécie humana, reunidos no sistema ABO. Quando gotas de sangue de pessoas distintas são misturadas sobre uma lâmina de vidro, pode haver ou não aglutinação das hemácias. A aglutinação é característica da reação antígeno-anticorpo.
(16) Um homem do grupo sangüíneo AB e uma mulher cujos avós paternos e maternos pertencem ao grupo sanguíneo O poderão ter apenas filhos do grupo O.

resposta:2 + 4 + 8 = 14



pergunta:Em um acidente de carro, três jovens sofreram graves ferimentos e foram levados a um hospital, onde foi constatada a necessidade de transfusão de sangue devido a forte hemorragia nos três acidentados. O hospital possuía em seu estoque 1 litro de sangue do tipo AB, 4 litros do tipo B, 6 litros do tipo A e 10 litros do tipo O. Ao se fazer a tipagem sangüínea dos jovens, verificou-se que o sangue de Carlos era do tipo O, o de Roberto do tipo AB e o de Marcos do tipo A. Considerando apenas o sistema ABO, os jovens para os quais havia maior e menor disponibilidade de sangue em estoque eram, respectivamente,
a) Carlos e Marcos.
b) Marcos e Roberto.
c) Marcos e Carlos.
d) Roberto e Carlos.
e) Roberto e Marcos.

resposta:[D]



pergunta:Em relação ao sistema sangüíneo ABO, um garoto, ao se submeter ao exame sorológico, revelou ausência de aglutininas. Seus pais apresentaram grupos sangüíneos diferentes e cada um apresentou apenas uma aglutinina. Os prováveis genótipos dos pais do menino são

a) Ißi - ii.
b) IÞi - ii.
c) IÞIß - IÞi.
d) IÞIß - IÞIÞ.
e) IÞi - Ißi.

resposta:[E]



pergunta:Para os grupos sangüíneos do sistema ABO, existem três alelos comuns na população humana. Dois (alelos A e B) são co-dominantes entre si e o outro (alelo O) é recessivo em relação aos outros dois.
De acordo com essas informações, pode(m)-se afirmar:

I. Se os pais são do grupo sangüíneo O, os filhos também serão do grupo sangüíneo O.
II. Se um dos pais é do grupo sangüíneo A e o outro é do grupo sangüíneo B, todos os filhos serão do grupo sangüíneo AB.
III. Se os pais são do grupo sangüíneo A, os filhos poderão ser do grupo sangüíneo A ou O.

Está(ão) correta(s)
a) apenas I.
b) apenas II.
c) apenas III.
d) apenas I e III.
e) I, II e III.

resposta:[D]pergunta:Os tipos sangüíneos do sistema ABO de três casais e três crianças são mostrados a seguir.


CASAIS
I. AB × AB
II. B × B
III. A × O

CRIANÇAS
a. A
b. O
c. AB

Sabendo-se que cada criança é filha de um dos casais, a alternativa que associa corretamente cada casal a seu filho é
a) I - a; II - b; III - c
b) I - a; II - c; III - b
c) I - b; II - a; III - c
d) I - c; II - a; III - b
e) I - c; II - b; III - a

resposta:[E]

pergunta:Na herança do sistema sangüíneo ABO, há três alelos autossômicos principais: IÞ (para sangue do tipo A), Iß (para sangue do tipo B) e i (para sangue do tipo O). Sabe-se, ainda, que IÞ e Iß são co-dominantes, ambos dominando sobre i. Uma mulher do tipo A, casada com um homem do tipo B, teve uma filha do tipo O. O homem não quis reconhecer a paternidade alegando infidelidade por parte da mulher. Como na época em que o fato ocorreu não havia o "exame do DNA", o Juiz recorreu a um geneticista que lhe apresentou um parecer sobre o caso.
Assinale a alternativa que contém a conclusão correta do geneticista.
a) O homem tem razão, pois, por se tratar de um caso de herança ligada ao sexo, a filha dos dois teria que ser, obrigatoriamente, do tipo A.
b) O homem tem razão, pois, pais com tipos A e B, quaisquer que sejam seus genótipos, jamais poderiam ter filhos ou filhas do tipo O.
c) O homem não tem razão, pois, pais com tipos A e B, dependendo de seus genótipos, podem ter filhos ou filhas com qualquer um dos tipos sangüíneos (A, B, AB e O).
d) O homem não tem razão, pois, por se tratar de herança autossômica, filhos e filhas teriam que ser, obrigatoriamente, do tipo O.
e) O homem tem razão, pois, pais com tipos A e B, só podem ter filhos ou filhas do tipo AB, visto que IÞ e Iß são co-dominantes.

resposta:[C]

pergunta:A herança dos tipos sangüíneos do sistema ABO constitui um exemplo de alelos múltiplos (polialelia) na espécie humana.

Com relação ao sistema ABO é CORRETO afirmar que:

(01) o tipo O é muito freqüente e, por este motivo, o alelo responsável por sua expressão é dominante sobre os demais.
(02) os indivíduos classificam-se em um dos quatro genótipos possíveis: grupo A, grupo B, grupo AB e grupo O.
(04) existem três alelos: o IÞ, o Iß e o i.
(08) os alelos IÞ e Iß são co-dominantes.
(16) se um indivíduo do grupo A for heterozigoto, ele produzirá gametas portadores de IÞ ou de i.
(32) os indivíduos de tipo sangüíneo O possuem aglutinogênios em suas hemácias, porém não possuem aglutininas no plasma.
(64) em alguns cruzamentos, entre indivíduos do grupo A com indivíduos do grupo B, é possível nascerem indivíduos do grupo O.

resposta:04 + 08 + 16 + 64 = 92

pergunta:No ambulatório de uma pequena cidade do interior estava D. Josefa, que precisava urgentemente de transfusão sangüínea, mas não se sabia o seu grupo sangüíneo. Como faltavam anti-soros para a determinação dos grupos sangüíneos no sistema ABO, Dr. Epaminondas, que é do grupo A, usou de um outro recurso: retirou um pouco de seu próprio sangue do qual separou o soro, fazendo o mesmo com o sangue de D. Josefa. O teste subseqüente revelou que o soro do Dr. Epaminondas provocava aglutinação das hemácias de D. Josefa, mas o soro de D. Josefa não era capaz de aglutinar as hemácias do Dr. Epaminondas.

A partir dos resultados, Dr. Epaminondas pode concluir que D. Josefa apresenta sangue do grupo:
a) A
b) B
c) AB
d) O


resposta:[C]

pergunta:Além do teste de DNA, há exames mais simples que podem ajudar a esclarecer dúvidas sobre paternidade. Por exemplo, o teste de tipagem sangüínea do sistema ABO permite determinar quem não pode ser o pai. Assinale a alternativa que apresenta uma situação em que esse exame assegura a exclusão da paternidade:
a) O filho é do tipo O, a mãe do tipo O e o suposto pai do tipo A.
b) O filho é do tipo AB, a mãe do tipo AB e o suposto pai do tipo O.
c) O filho é do tipo AB, a mãe do tipo A e o suposto pai do tipo B.
d) O filho é do tipo B, a mãe do tipo B e o suposto pai do tipo O.
e) O filho é do tipo A, a mãe do tipo A e o suposto pai do tipo B.

resposta:[B]

pergunta:Nos anos 40, o famoso cineasta Charlie ChapIin foi acusado de ser o pai de uma criança, fato que ele não admitia. Os exames de sangue revelaram que a mãe era do grupo A, a criança do grupo B e Chaplin do grupo O. Ao final do julgamento, Chaplin foi considerado como sendo um possível pai da criança.
a) O veredicto é aceitável? Por quê?
b) Na hipótese de Chaplin ter tido filhos com a referida mulher, de que tipos sangüíneos eles poderiam ser?

Resposta: 
a) Não, porque a mãe pode ser A(IAIa ou IAIA) o pai é O(ii), o cruzamento não pode gerar um individuo B pq não ha nenhum gene B
b) Os filhos podem ser A ou O

pergunta:Uma criança tem genótipo igual ao pai, que é receptor universal e teve eritroblastose fetal. Então é INCORRETO afirmar que:
a) a mãe é certamente Rh­.
b) o pai possui genótipo IÞIß.
c) a mãe pode pertencer ao tipo sangüíneo O.
d) essa criança é certamente heterozigota para o fator Rh.
e) a mãe pode ter genótipo IÞi.

resposta:[C]

pergunta:Uma mulher Rh­ casou-se e teve um filho. Numa segunda gestação a criança apresentou um quadro de eritroblastose fetal. Com estes dados, indique qual a opção que apresenta o fenótipo para o fator Rh da mãe, do pai e da criança, respectivamente.
a) Mãe Rh negativo, Pai Rh positivo e Criança Rh positivo.
b) Mãe Rh positivo, Pai Rh positivo e Criança Rh negativo.
c) Mãe Rh positiva, Pai Rh negativo e Criança Rh negativa.
d) Mãe Rh positivo, Pai Rh negativo e Criança Rh positivo.
e) Mãe Rh negativo, Pai Rh positivo e Criança Rh negativo.

resposta:[A]

pergunta:Um casal possui o seguinte genótipo para o fator Rh: Pai = Rr; Mãe = rr. Considerando apenas o fator Rh, a probabilidade de esse casal vir a ter um filho do sexo masculino, com ocorrência de eritroblastose fetal, é:
a) 1
b) 1/2
c) 1/3
d) 1/4
e) 1/8

resposta:[D]

pergunta:Alexsander não sabe qual é o seu grupo sangüíneo e o seu tipo de Rh. Entretanto sabe que seu pai é A+, sua mãe O+ e seu irmão é A-. Assinale a opção que contém o(s) grupo(s) sangüíneo(s) e o(s) tipo(s) de Rh que Alexsander pode ter:

a) TIPO SANGÜÍNEO: A, somente; FATOR Rh: positivo ou negativo;
b) TIPO SANGÜÍNEO: O, somente; FATOR Rh: positivo, somente;
c) TIPO SANGÜÍNEO: A ou O; FATOR Rh: negativo ou positivo;
d) TIPO SANGÜÍNEO: A ou O; FATOR Rh: positivo, somente;
e) TIPO SANGÜÍNEO: O, somente; FATOR Rh: negativo, somente;

resposta:[C]

pergunta:A incompatibilidade materno-fetal ao antígeno Rh pode determinar um doença denominada Eritroblastose Fetal. Se uma mulher foi orientada a usar a vacina anti-Rh logo após o nascimento do primeiro filho, podemos dizer que seu fator Rh, o do seu marido e o da criança são, respectivamente:
a) negativo; negativo; negativo.
b) negativo; negativo; positivo.
c) negativo; positivo; positivo.
d) positivo; negativo; positivo.
e) positivo; positivo; negativo.

resposta:[C]

pergunta:A afirmação que uma mulher Rh­ não deve casar-se com um homem Rh®:
a) é correta, pois todos os filhos desse casal serão abortados.
b) é correta, pois todos os filhos desse casal terão uma doença grave fetal caracterizada por uma anemia profunda (Eritroblastose fetal).
c) é incorreta, pois o primeiro filho em geral não tem a anemia, mesmo sendo Rh®, bem como todos os filhos Rh­ não serão atingidos pela doença e esta só atinge uma pequena fração de casos em outras gestações de filhos Rh®.
d) é incorreta, pois filhos Rh®, mesmo no caso de glóbulos vermelhos atingirem a circulação materna em sucessivas gestações, não serão atingidos pela Eritroblastose fetal.
e) é incorreta, pois não existe influência do fator Rh positivo ou negativo nos casos de Eritroblastose fetal.

resposta:[C]

pergunta:Utilizando-se três lâminas de microscopia, foi colocada uma gota de sangue humano em cada uma delas. A cada gota foi juntada igual quantidade de soro anti-A na primeira, soro anti-B na segunda e soro anti-Rh na terceira. Após a mistura do sangue com os respectivos soros, foi observada aglutinação nas duas primeiras lâminas. A partir desses dados podemos afirmar que o indivíduo, quanto aos grupos sanguíneos ABO e fator Rh, é:
a) B e Rh positivo.
b) AB e Rh negativo.
c) A e Rh negativo.
d) AB e Rh positivo.
e) A e Rh positivo.

resposta:[B]

pergunta:A eritroblastose fetal é uma doença hemolítica adquirida apresentada por alguns recém-nascidos, sendo observado, além da anemia, icterícia e aumento do baço e fígado. Esta condição é provocada por incompatibilidade sangüínea do fator Rh, exclusivamente:
a) quando a mãe é Rh® e o filho Rh­;
b) quando a mãe é Rh­ e o filho Rh®;
c) quando a mãe é Rh­ e o pai Rh®;
d) quando a mãe é Rh® e o pai Rh­;
e) independente do Rh materno, o filho é Rh­.

resposta:[B]

pergunta:Um dos principais problemas em cirurgias de emergência - a falta de sangue compatível com o da vítima para transfusões - pode estar prestes a ser resolvido. Uma equipe internacional de pesquisadores descobriu uma maneira de converter sangue dos tipos A, B e AB, que hoje podem ser doados apenas com restrição, no tipo O. Os cientistas descreveram o uso de novas enzimas que "limpam" esses tipos sanguíneos de seus antígenos, tornando-os viáveis para qualquer tipo de transfusão. Esta possibilidade liberaria os hospitais da dependência do tipo O.
"O Estado de S. Paulo" 
(http://www.universia.com.br/noticia/materia_clipping.jsp?not=36754, acessado em 20/04/2007). [Adapt.]

Com base no texto e em seus conhecimentos, desconsiderando o fator RH, é correto afirmar que, através da nova tecnologia,
a) uma pessoa com sangue tipo "O" poderia receber sangue de qualquer outro grupo sangüíneo, pois os sangues tipo "A", "B" e "AB" não apresentariam aglutinogênios "A" e "B" nas hemácias; não ocorreriam, portanto, reações de aglutinação.
b) uma pessoa com sangue tipo "O" poderia receber sangue de qualquer outro grupo sangüíneo, pois os sangues tipo "A", "B" e "AB" não apresentariam aglutininas anti-A e anti-B no plasma; não ocorreriam, portanto, reações de aglutinação.
c) uma pessoa com sangue tipo "A" poderia receber sangue, além do tipo "O" e "A", dos tipos "B" e "AB", pois os anticorpos anti-A e anti-B, presentes nas hemácias do sangue desses grupos sangüíneos, seriam neutralizados.
d) uma pessoa com sangue tipo "B" poderia receber sangue, além do tipo "O" e "B", dos tipos "A" e "AB", pois os aglutinogênios "A" e "B", presentes no plasma do sangue desses grupos sangüíneos, seriam neutralizados.
e) todos os grupos sangüíneos seriam doadores universais, pois seriam eliminados os aglutinogênios anti-A e anti-B das hemácias e as aglutininas A e B do plasma; não ocorreriam mais reações de aglutinação.

resposta:[A]

pergunta:Considere os seguintes dados:

- menino de tipo sangüíneo A, Rh­;
- mãe de tipo sangüíneo B, Rh­;
- pai sem aglutininas do sistema ABO no sangue, mas possuidor do antígeno Rh.

A probabilidade de os pais desse menino terem mais um filho com o mesmo fenótipo de seu irmão, levando em conta o sexo, o grupo sangüíneo e o fator Rh é de
a) 1/16
b) 1/12
c) 1/8
d) 1/4
e) 1/2

resposta:[A]

pergunta:Na eritroblastose fetal ocorre destruição das hemácias, o que pode levar recém-nascidos à morte.
a) Explique como ocorre a eritroblastose fetal.
b) Como evitar sua ocorrência?
c) Qual o procedimento usual para salvar a vida do recém-nascido com eritroblastose fetal?


a) Eritroblastose Fetal ou DHRN é causada quando uma mãe Rh- possui um feto Rh+ e ocorre a passagem de células sanguíneas do feto para a mãe, esta sensibilizada, produz anticorpos contra o fator Rh.

b) Fazendo testes na mãe e no feto após o nascimento. Caso o filho seja Rh+ deve-se aplicar anti-Rh na mãe até 72 horas após o parto para destruir o fator rh do filho que ficou na mãe. Sempre que nascer um filho Rh+ deve-se fazer esse mesmo procedimento para a mãe não se sensibilizar de novo.

c) Uma transfusão total de sangue, o feto pode não sobreviver se a anemia profunda causado pelo DHRN for muito intensa, o feto poderá entrar em óbito.

pergunta:Jorge, que tem tipo sangüíneo A, Rh­ e é filho de pai tipo A e mãe tipo B, recebeu transfusão de sangue de sua mulher Tânia, que é filha de pai e mãe do tipo B. Sabendo-se que Tânia teve eritroblastose fetal ao nascer, a probabilidade do casal ter uma criança do tipo A, Rh® é:
a) 100%
b) 25%
c) 75%
d) 50%
e) 0

resposta:[B]pergunta:Quanto ao surgimento da eritroblastose fetal, ou doença hemolítica do recém-nascido, podemos afirmar que ela ocorre quando o pai e a mãe respectivamente apresentam:
a) Rh positivo e Rh negativo.
b) Rh negativo e Rh positivo.
c) Rh positivo e Rh positivo.
d) Rh negativo e Rh negativo.
e) Rh positivo e Rh neutro.

resposta:[A]

pergunta:Uma mulher Rh­ casou-se e teve um filho. Numa segunda gestação a criança apresentou um quadro de eritroblastose fetal. Com estes dados, indique qual a opção que apresenta o fenótipo para o fator Rh da mãe, do pai e da criança, respectivamente.
a) Mãe Rh negativo, Pai Rh positivo e Criança Rh positivo.
b) Mãe Rh positivo, Pai Rh positivo e Criança Rh negativo.
c) Mãe Rh positiva, Pai Rh negativo e Criança Rh negativa.
d) Mãe Rh positivo, Pai Rh negativo e Criança Rh positivo.
e) Mãe Rh negativo, Pai Rh positivo e Criança Rh negativo.

resposta:[A]

pergunta:Após uma primeira gravidez bem sucedida, uma mãe abortou três vezes. Seu caso foi diagnosticado, em consulta médica, como eritroblastose fetal. Em relação à patologia observada nesta família, assinale a alternativa CORRETA:
a) A mãe é Rh positivo.
b) Os abortados certamente eram Rh negativo.
c) Este casal jamais poderá ter outros filhos.
d) A criança é Rh negativo.
e) O pai é Rh positivo.

resposta:[E]

pergunta:Um casal possui o seguinte genótipo para o fator Rh: Pai = Rr; Mãe = rr. Considerando apenas o fator Rh, a probabilidade de esse casal vir a ter um filho do sexo masculino, com ocorrência de eritroblastose fetal, é:
a) 1
b) 1/2
c) 1/3
d) 1/4
e) 1/8

resposta:[D]

pergunta:Lúcia e João são do tipo sangüíneo Rh positivo e seus irmãos, Pedro e Marina, são do tipo Rh negativo. Quais dos quatro irmãos podem vir a ter filhos com eritroblastose fetal?
a) Marina e Pedro.
b) Lúcia e João.
c) Lúcia e Marina.
d) Pedro e João.
e) João e Marina.

resposta:[E]

pergunta:A incompatibilidade materno-fetal ao antígeno Rh pode determinar um doença denominada Eritroblastose Fetal. Se uma mulher foi orientada a usar a vacina anti-Rh logo após o nascimento do primeiro filho, podemos dizer que seu fator Rh, o do seu marido e o da criança são, respectivamente:
a) negativo; negativo; negativo.
b) negativo; negativo; positivo.
c) negativo; positivo; positivo.
d) positivo; negativo; positivo.
e) positivo; positivo; negativo.

resposta:[C]

pergunta:A afirmação que uma mulher Rh­ não deve casar-se com um homem Rh®:
a) é correta, pois todos os filhos desse casal serão abortados.
b) é correta, pois todos os filhos desse casal terão uma doença grave fetal caracterizada por uma anemia profunda (Eritroblastose fetal).
c) é incorreta, pois o primeiro filho em geral não tem a anemia, mesmo sendo Rh®, bem como todos os filhos Rh­ não serão atingidos pela doença e esta só atinge uma pequena fração de casos em outras gestações de filhos Rh®.
d) é incorreta, pois filhos Rh®, mesmo no caso de glóbulos vermelhos atingirem a circulação materna em sucessivas gestações, não serão atingidos pela Eritroblastose fetal.
e) é incorreta, pois não existe influência do fator Rh positivo ou negativo nos casos de Eritroblastose fetal.

resposta:[C]

pergunta:Doença pode ser definida como um desequilíbrio do organismo ou ausência de bem-estar físico e mental. Ela pode ter inúmeras causas e variar de intensidade e manifestação. Com relação a esse tema, é CORRETO afirmar:
(01) O alcoolismo, o tabagismo e a dependência de outras drogas são exemplos de causas que podem resultar em doenças.
(02) Doenças genéticas são aquelas causadas por alterações do patrimônio genético e podem passar de pais para filhos, através do material genético.
(04) Doenças traumáticas são aquelas que se originam de acidentes, podendo resultar em fratura de ossos, hemorragias, etc.
(08) Doenças funcionais resultam do mau desempenho ou da perda de um órgão ou sistema.
(16) Doenças transmissíveis são as transmitidas por patógenos ou por seus produtos.
(32) O mongolismo é um exemplo de doença hereditária, enquanto a eritroblastose fetal é uma doença congênita.

Soma ( )

resposta:01 + 02 + 04 + 08 + 16 + 32 = 63

pergunta: A eritroblastose fetal é uma doença hemolítica adquirida apresentada por alguns recém-nascidos, sendo observado, além da anemia, icterícia e aumento do baço e fígado. Esta condição é provocada por incompatibilidade sanguínea do fator Rh, exclusivamente:


a) quando a mãe é Rh® e o filho Rh­;
b) quando a mãe é Rh­ e o filho Rh®;
c) quando a mãe é Rh­ e o pai Rh®;
d) quando a mãe é Rh® e o pai Rh­;
e) independente do Rh materno, o filho é Rh­.

resposta:[B]

pergunta:Quando a garçonete se aproximou, professor Astrogildo perguntou-lhe se seria seu primeiro filho. Ela o informou de que já era sua terceira gestação. Na primeira, o seu filho nasceu normal e, na segunda, a criança teve eritroblastose fetal. Nessa situação, os genótipos do pai das crianças, da mãe, do primeiro e do segundo filhos seriam:
a) Pai - RR; Mãe - Rr; 1¡. Filho - Rr; 2¡. Filho - Rr.
b) Pai - Rr; Mãe - Rr; 1¡. Filho - rr; 2¡. Filho - Rr.
c) Pai - RR; Mãe - rr; 1¡. Filho - Rr; 2¡. Filho - Rr.
d) Pai - Rr; Mãe - rr; 1¡. Filho - rr; 2¡. Filho - Rr.

resposta:[C]

pergunta:Um indivíduo de sangue tipo B, Rh®, filho de pai O, Rh­, casa-se com uma mulher de sangue tipo A, Rh®, que teve eritroblastose fetal ao nascer e é filha de pai do tipo O. A probabilidade de esse casal ter uma criança que possa doar sangue para o pai é de:
a) 1/2.
b) 1/4.
c) 3/4.
d) zero.
e) 1.

resposta:[A]

pergunta:Do cruzamento entre aves andaluzas de coloração azulada, nasceram 15 filhotes azulados, 7 brancos e 8 pretos. Trata-se de um caso de _____________ e os indivíduos parentais são _______________. O preenchimento correto das lacunas é, respectivamente:
a) herança quantitativa e homozigotos dominantes.
b) codominância e heterozigotos
c) linkage e heterozigotos.
d) herança ligada ao sexo e homozigotos recessivos.
e) epistasia e homozigotos dominantes.

resposta:[B]

pergunta:A hipertricose auricular (pêlos na orelha) é transmitida apenas pelo homem e somente para os filhos do sexo masculino. Este fenômeno é chamado de:
a) epistasia.
b) codominância.
c) herança holândrica.
d) pleiotropia.
e) interação gênica.

resposta:[C]


Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Um comentário:

  1. Na pergunta referente a transfusão de sangue entre o médico e D.Josefa, creio que esteja errada, visto que, o texto diz que o sangue do médico é do grupo A (possuindo aglutininas anti-B) e este aglutinou com o sangue de D.josefa, entretanto, o sangue da D.josefa ao entrar em contato com o sangue do médico, não aglutinou. Então, o sangue de D.josefa não poderia ser AB, pois o sangue do médico (A) possui anti-b, o que se torna imcopatível para receber o sangue AB. Então, a resposta mais viável seria que D. josefa é do grupo O (doador universal).

    ResponderExcluir